Só os melhores

Views:5086

empresa_bom_lugar.jpeg

Sua empresa é um bom lugar para trabalhar?

Há 25 anos o Great Place to Work Institute publica uma lista anual com as 100 melhores empresas para trabalhar – em várias áreas de atuação e em diversos países. Para chegar ao resultado, o instituto faz uma análise do ambiente corporativo, identificando o nível de satisfação e confiança dos trabalhadores em relação às organizações em que atuam.

Fazer parte desta lista representa uma grande vantagem na hora de atrair e reter talentos na sua empresa. Contudo, para que sua empresa esteja entre os “melhores lugares para trabalhar” é preciso cuidar dos seus colaboradores. Pensando nisso, separamos algumas dicas para lhe ajudar. Confira: 

 

1. Conheça o seu colaborador

O perfil do trabalhador mudou e, com isso, as empresas precisaram rever suas práticas para manter sua equipe satisfeita e motivada. Também precisaram se adaptar para conseguir reter os grandes talentos no seu time de colaboradores. Por isso, é preciso que o RH possua ferramentas eficientes de controle de cadastros e trabalhe com a comunicação interna da organização, para que o relacionamento com os seus colaboradores seja próximo e saudável

A geração Y – composta pelos nascidos depois dos anos 80 e também conhecida como geração do milênio ou da internet – representa a maioria no mercado de trabalho atualmente. Essa geração, que cresceu junto com os avanços tecnológicos, valoriza outros aspectos, além de salário, para definir se estão satisfeitos ou não com a empresa onde atuam. Além disso, se não se sentirem valorizados onde estão, partem do princípio – que não deixa de ser verdadeiro – de que o mercado sempre terá boas ofertas pelo seu serviço e pelo seu perfil e, portanto, saem para o próximo emprego sem medo. Para manter um talento no seu time é preciso conhecê-lo e oferecer a ele o tipo de benefício que ele procura.

2. Salário justo e benefícios atraentes

Um salário alinhado com o mercado, principalmente se for pago em dia, é fundamental para manter a satisfação dos colaboradores. Contudo, este não é o único fator decisivo para a manutenção dos bons funcionários. Na hora de definir o que será oferecido para sua equipe, tenha em mente alguns benefícios que podem te fazer entrar para a lista das melhores empresas para trabalhar.

Cuide da saúde do seu colaborador

Ofereça um plano de saúde que seja bom e completo. Lembre-se de garantir que a família e os dependentes do seu funcionário também sejam beneficiados. Que tal oferecer também um convênio com uma academia? Essa é uma excelente forma de cuidar da saúde e do bem-estar do seu time..

Participação nos Lucros ?

Que tal compartilhar o crescimento financeiro da empresa com os colaboradores? Para isso, a participação nos lucros (PL) é uma boa forma de fazê-lo se sentir parte desse sucesso. No entanto, é importante que não haja dúvidas sobre a política de distribuição para que sua iniciativa não seja um tiro no pé. Lembre-se que nem todos estão familiarizados com números, balanços, etc. Deixe claro quem tem direito, como e quando é feito o pagamento e em que casos a pessoa perde esse benefício. Também lembre-se de comunicar bem esta prática, pouco divulgada, mas muito bem-vinda.

Seja flexível

Flexibilidade de horário também pode ser um fator decisivo para que a sua equipe esteja entre os melhores lugares para trabalhar – a geração Y adora ter flexibilidade! Além disso, torna-se possível medir a produtividade e a performance de verdade, não apenas um banco de horas.

Seja flexível também na hora de definir o padrão de vestuário da sua empresa. Claro que limites devem ser instaurados, mas dê liberdade para que seus funcionários demonstrem sua identidade através de suas roupas. Lembre-se do perfil da geração Y, que preza muito por sua liberdade de expressão.

Home Office?

Home Office Estude a possibilidade de home office e experimente esta prática pelo menos uma vez por semana em sua empresa. Essa flexibilidade conquistará aquele profissional multitarefas, que toca responsabilidades pessoais paralelamente ao trabalho, ou aquele que precisa estar em um ambiente mais tranquilo para se concentrar em uma tarefa específica. Além desses benefícios, lembre-se de manter tudo em dia, conforme a lei trabalhista. Para isso, fique de olho no pagamento correto de horas extras, férias, 13º, FGTS, etc.

 

Além desses benefícios, lembre-se de manter tudo em dia, conforme a lei trabalhista. Para isso, fique de olho no pagamento correto de horas extras, férias, 13º, FGTS, etc.

3. Invista no bem-estar da sua equipe

A rotina de trabalho dentro da maioria das empresas obriga os trabalhadores a conviver com muita pressão e cobrança por resultados excelentes, já que o mercado é cada dia mais competitivo e exigente. Isso pode sobrecarregar a equipe e causar grande rotatividade dos funcionários.

Quando a empresa decide investir no bem-estar da sua equipe, a preocupação não deve ser apenas com as condições de trabalho, mas com a sua satisfação, saúde, segurança, lazer e entretenimento. Lembre-se que as pessoas passam muito mais tempo no trabalho do que em casa, por isso, é preciso fazê-las se sentirem confortáveis e acolhidas neste ambiente.

Invista em bons equipamentos – computador adequado às necessidades, uma cadeira confortável, mesas na altura certa, etc. –, mantenha as dependências da sua empresa sempre limpas e ofereça um ambiente de trabalho agradável.

Se possível, tenha em sua estrutura também um bom refeitório, assim como uma sala de descanso – ela pode até ter jogos para promover o entretenimento. Isso será excelente para que os seus funcionários façam intervalos de real descanso durante a jornada de trabalho.

4. Incentive a criatividade

Quando um funcionário contribui com uma ideia é preciso fazer com que ele se sinta valorizado. Para isso, mesmo que a sugestão não seja aproveitada, vale deixar claro que o fato de tentar contribuir já significa muito para a empresa.

Em caso de uma ideia que realmente seja aplicada, valorize-a e deixe bem claro quem foi o colaborador responsável. Isso será excelente para elevar a autoestima daquele funcionário e incentivar os demais a contribuírem também.

Além de benefícios e flexibilidade, lembre-se que o novo colaborador também preza ter liberdade para criar. Por isso, independentemente do segmento de atuação da sua empresa, incentive a colaboração mútua, com foco nos resultados. Evite impor regras demais e contribua para que o seu colaborador crie!

5. Faça da empresa uma escola

Para manter a satisfação dos seus colaboradores lá no topo, lembre-se de contribuir para o desenvolvimento constante deles. Para isso, é preciso sempre incentivar o aprendizado, seja promovendo-o internamente – por meio de cursos, palestras, treinamentos, dinâmicas e seminários – ou contribuindo para que o seu funcionário se esforce para ampliar sua base de conhecimento. Uma boa maneira de fazer isso é financiar parcialmente algum curso que o seu colaborador se interesse, na área em que atua.

Você pode oferecer, também, de forma gratuita, um curso de inglês ou outro idioma para os colaboradores fora do horário de trabalho. Esse é um investimento positivo para ambos os lados. O funcionário ganha com um conhecimento adquirido para a vida, assim como para sua carreira, e a empresa ganha ao ter um funcionário capacitado sendo parte do seu time… e satisfeito!

 

Antes de propor essas ideias aos gestores da sua empresa, faça uma pesquisa entre os colaboradores, identifique o que deve ser implementado como prioridade e, principalmente, use como argumento os benefícios de fazer parte das melhores empresas para trabalhar!

Libere-se da burocracia e reserve seu tempo para o que faz diferença. Coloque sua empresa entre as melhores para se trabalhar! Se você tiver na empresa alguma outra prática que deixamos de citar, complemente nossa lista nos comentários.

 

 

Deixe um comentário


Experimente já!

NOSSA CRENÇA

Acreditamos que o RH pode contribuir estrategicamente para melhorar os resultados da empresa. Mas, para isso acontecer, é preciso eliminar a burocracia (automatizando a gestão da informação) e aumentar os esforços para garantir o encaixe perfeito entre os objetivos da empresa e as pessoas que devem executar o negócio. É aí que se encontra o papel estratégico do RH: identificar e desenvolver talentos, avaliando performance e construindo equipes competitivas e motivadas.

Em nosso blog

contato

Rua Estados Unidos, 242

01427-000 - São Paulo -Brasil

+55 11 3042 9919

contato@meuplanoa.com.br

planoA no LinkedIn

planoA no Facebook