Os 5 'musts' do RH eficiente

Views:8924

Os 5 'musts' do RH eficiente

Tornar mais eficiente o gerenciamento dos recursos humanos das empresas é uma premissa básica da PlanoA. Isto porque é essencial para qualquer negócio oferecer a seus colaboradores os recursos e as oportunidades necessárias para cumprirem seus papeis de forma saudável e consistente, trazendo sempre os melhores resultados possíveis.

Estabelecer uma rotina de iniciativas para atingir esse objetivo, porém, exige cuidados especiais com aspectos chave. Para ajudá-lo, separamos aqui as 5 dicas fundamentais para construir um modelo de gestão de RH bem sucedido. Os resultados de incorporar estas observações ao dia a dia das suas funções inevitavelmente serão a otimização dos processos e a manutenção dos talentos dentro de casa.

 

1. Contrate bem…

O primeiro passo para realizar uma boa contratação é lapidar com precisão o perfil profissional e as características comportamentais do profissional a ser contratado. Com todos esses dados em mãos, além de nortear o processo de seleção baseando-o em aspectos básicos (grau de instrução, habilidades necessárias, áreas de atuação etc.), será possível estabelecer um ‘molde’ de personalidade, o que minimizará a chance de equívocos.

Outro ponto muito importante é não depender exclusivamente de recrutadores externos para encontrar o talento que você procura. Na maior parte dos casos, utilizar as redes sociais se mostra um recurso muito mais preciso e barato.

À empresa, e esse talvez seja o elemento mais decisivo de todo o processo, cabe a obrigação de ser o mais transparente possível quanto a oferta que tem em mãos, apresentando, de forma honesta, as obrigações e os benefícios envolvidos. Além disso, revelar a existência de um plano de carreira que indique a possibilidade de crescimento profissional é outro aspecto importante para analisar o real interesse do candidato pela vaga.

 

2. ... e treine melhor ainda

Atualizar os colaboradores sobre as melhores práticas e ferramentas para executarem suas funções é uma boa maneira de mantê-los motivados e interessados em suas tarefas. É importante, porém, dar-lhes também a oportunidade de colocar os novos conhecimentos em prática, tornando evidente a pertinência do tempo investido no treinamento.

Entretanto, antes de iniciar qualquer atividade, o ideal é fazer uma avaliação sobre quais áreas demandam maior necessidade de aprimoramento. O mais indicado, nesse caso, é manter contato permanente com as lideranças de cada setor. Estas, por sua vez, precisam estar atentas às necessidades apontadas pelos membros do seu time.

 

3. Fomente o engajamento

A união entre as expectativas dos colaboradores e as crenças e objetivos da empresa deve estar sempre no horizonte do gerenciamento de recursos humanos, pois é do estreitamento destes laços que nasce o engajamento.

Esta relação de proximidade vai favorecer a existência de um ambiente de trabalho mais harmônico e colaborativo, e deve ser construída por uma via de mão dupla. O empowerment é um bom exemplo disso, assim como estabelecer uma cultura interna flexível, permitindo às pessoas conciliar o trabalho a suas vidas do lado de fora da empresa, o que costuma resultar em maior produtividade.

 

4. Analise bem os dados de performance

Somente analisando dados de performance é possível avaliar de maneira segura o que está, de fato, trazendo retorno positivo para os negócios. Por meio destes relatórios, o gestor poderá mensurar quais áreas estão desempenhando um bom papel, e quais precisam de um ajuste fino maior.

Estas ferramentas valorizam e justificam o trabalho de cada membro dentro da organização, além de dar a oportunidade de serem adaptados a funções para as quais seu rendimento possa ser superior. O resultado disso, você sabe, é o aumento da produtividade e da qualidade da entrega final de cada colaborador.

 

5. Aceite a tecnologia

Tecnologias mais recentes para controle e armazenamento de dados referentes aos recursos humanos das empresas, como o cloud computing, representam uma grande mão na roda. Através destes recursos, praticamente todos os pontos desta lista podem ser atendidos de forma mais sofisticada e completa. Além disso, contar com ferramentas automatizadas é uma excelente maneira de manter-se em dia a respeito do status de cada setor, contemplando desde as lideranças até todos os seus colaboradores.

Dentro desta realidade, informações em tempo real e mobilidade também têm se mostrado importantes diferencias. Buscar soluções tecnoógicas que ofereçam acesso a dados instantantâneos e de forma remota pode agilizar análises e oferecer subsídios mais práticos para a tomada de decisões, tornando o gerenciamento muito mais acessível.

 

E você? Tem experiências positivas com alguns desses pontos e gostaria de compartilhar conosco? Então escreva nos comentários abaixo!

 

 

Imagem: Photl.com 

Deixe um comentário


Experimente já!

NOSSA CRENÇA

Acreditamos que o RH pode contribuir estrategicamente para melhorar os resultados da empresa. Mas, para isso acontecer, é preciso eliminar a burocracia (automatizando a gestão da informação) e aumentar os esforços para garantir o encaixe perfeito entre os objetivos da empresa e as pessoas que devem executar o negócio. É aí que se encontra o papel estratégico do RH: identificar e desenvolver talentos, avaliando performance e construindo equipes competitivas e motivadas.

Em nosso blog

contato

Rua Estados Unidos, 242

01427-000 - São Paulo -Brasil

+55 11 3042 9919

contato@meuplanoa.com.br

planoA no LinkedIn

planoA no Facebook