As piores frases para se dizer em uma demissão

Views:10463

Dez exemplos de que é possível deixar a situação ainda mais difícil

Que demissões costumam ser desconfortáveis não só para o empregado como também para o empregador, todo mundo sabe. Mas o que muita gente ignora é que, neste momento delicado, há frases (em geral bem intencionadas) que só pioram a situação. Confira algumas delas e evite mal entendidos, traumas e até mesmo um processo trabalhista em sua empresa.

 

1. “Isso é muito difícil pra mim…”

Você provavelmente não esteja mentindo. É mesmo difícil ser o mensageiro dessa notícia ruim. Mas o foco agora é a pessoa que está sendo demitida e que, com certeza, encontra-se em uma situação pior que a sua. Mostrar seus sentimentos é irrelevante e só passa a imagem de alguém egocêntrico. Evite falar de si próprio. E não diga “Não sei como dizer…”. Afinal, você já está dizendo.  

 

2. “Não tenho nada contra você, mas temos que fazer cortes”

A essa altura, não importa se você tem ou não simpatia pela pessoa. Evite puxar para o pessoal. E só coloque a culpa nos cortes se essa for mesmo a situação. Caso contrário, endereçar a responsabilidade a um fator externo pode ser cômodo para você, mas será uma grande injustiça com o profissional demitido. Todos têm o direito de saber porque de fato estão sendo desligados da empresa. Apenas com uma informação verdadeira o funcionário poderá se aprimorar e crescer profissionalmente. Além disso, se outra pessoa for contratada para a vaga, sua credibilidade diante do resto da equipe ficará comprometida.

 

3. “O RH precisa conversar com você”

E, após este anúncio, entra em cena alguém de Recursos Humanos para dar a má notícia. Um gestor nunca (jamais!) deve fugir da responsabilidade de demitir um membro de sua equipe. Mesmo quando a decisão vem de alguém acima no quadro hierárquico, o comunicado deve ser feito pelo superior imediato. É ele quem melhor conhece o funcionário e poderá esclarecer os motivos da demissão. Outra questão importante: a notícia deve ser dada pessoalmente. Nunca por email, telefone ou pelo técnico de informática desativando o email do colaborador antes mesmo de ele ser informado sobre sua demissão... Acredite, isso acontece!

 

4. “Finalmente você poderá descansar, hein?”

Por mais liberdade que você tenha com o funcionário, nunca faça piadas durante uma demissão. Se ele fizer alguma brincadeira, escute, sorria, seja simpático. Mas nunca tente diminuir a tensão com alguma gracinha. Se realmente houver intimidade, talvez no futuro vocês possam de fato rir de tudo isso.

 

 

Veja também:

Construindo uma equipe campeã

Vai contratar? Então faça bem feito

 

5. “Você já estava mesmo insatisfeito com a empresa. Vai ser melhor pra você.”

Pode até ser que um dia o funcionário agradeça essa demissão ou que esse seja o primeiro passo para uma nova (e exitosa) fase de sua vida profissional. Neste momento, porém, não espere otimismo do outro lado. Muito menos gratidão. Aliás, quem deve aproveitar o momento para agradecer é você, em nome da empresa e sem exageros (veja item 6)

 

6. “Você é competente, responsável, criativo, leal…”

Este definitivamente não é o momento para elogios. Se o profissional desempenhou bem sua função, vale reconhecer e agradecer. Mas sem exageros. Afinal, ele está sendo dispensado pela empresa, certo? Além do mais, os elogios, assim como as críticas, devem ocorrer no dia a dia e não apenas no momento da demissão. Se a pessoa quiser discutir questões específicas sobre as causas da demissão, escute, mas não rebata. No máximo diga que vocês podem conversar, mas que a decisão já está tomada. Embora soe duro, é uma forma de não piorar as coisas.

 

7. “Eu preciso ir agora. Meu dia está um inferno”

Sério? Por que o seu dia está um inferno? Você por acaso está sendo demitido? Cuide de suas palavras e reserve tempo para esta conversa. Estar disponível para ouvir e tirar dúvidas é sinal de respeito. 

 

8. “Vamos dar mais detalhes em breve”

Como se não bastasse a notícia ruim, a pessoa ainda terá que esperar para saber como proceder quando o que mais deseja é ir embora? Não, isso não está certo. O gestor, ou nesse caso alguém do RH, deve ter em mãos as respostas para as perguntas mais comuns, como aviso prévio, exame médico, valor de rescisão, férias, extensão do plano de saúde, devolução de equipamentos, etc.

 

9. “Se tiver algo que eu possa fazer por você...”

Cuidado com essa frase! Para o profissional, o melhor que você poderia fazer provavelmente seria não dispensá-lo. Ao dizer isso você também passa a ideia de que pode ajudá-lo a se recolocar no mercado. Se a demissão for mesmo causada por fatores alheios à performance do profissional e você tiver a intenção de recomendar a pessoa, ok. Caso contrário, não dê falsas esperanças apenas para se sentir melhor. O que importa aqui é o sentimento de quem está sendo demitido.

 

10. “Tenho que acompanhá-lo até a porta”

De repente, aquele profissional respeitado virou um criminoso? É claro que sempre há de se cuidar da integridade da empresa e dos demais colaboradores. Mas há formas e formas de garantir que isso aconteça. Para começar, a equipe de segurança só deve ser chamada se houver real ameaça de violência. Se não for o caso, dê ao colaborador um tempo determinado para ele recolher os seus pertences e se despedir dos colegas. No caso dos dados, bloqueie o acesso à rede assim que possível e avise o colaborador que o email dele será bloqueado dentro de alguns minutos.

 

 

  

Veja mais:

Quem você não pode perder?

Coaching e mentoring: qual a diferença?

 

 

 Você tem outros exemplos do que não deve ser dito em uma demissão? Conte pra gente nos comentários.

 

 

 

Deixe um comentário


Experimente já!

NOSSA CRENÇA

Acreditamos que o RH pode contribuir estrategicamente para melhorar os resultados da empresa. Mas, para isso acontecer, é preciso eliminar a burocracia (automatizando a gestão da informação) e aumentar os esforços para garantir o encaixe perfeito entre os objetivos da empresa e as pessoas que devem executar o negócio. É aí que se encontra o papel estratégico do RH: identificar e desenvolver talentos, avaliando performance e construindo equipes competitivas e motivadas.

Em nosso blog

contato

Rua Estados Unidos, 242

01427-000 - São Paulo -Brasil

+55 11 3042 9919

contato@meuplanoa.com.br

planoA no LinkedIn

planoA no Facebook