O impeachment chegou no escritório, e agora?

Views:2683

Censurado

Não esconda sua posição, mas vá com calma

Se em algo concordam os brasileiros atualmente é que política deixou de ser assunto de poucos grupos ou somente de tempos de eleição. Hoje, onde quer que se vá, é quase inevitável falar da situação política do país. E no ambiente de trabalho? Falar de política é legal?

 

Vamos por partes. Considerando que a política se refere aos assuntos públicos, da sociedade, é não só importante como imprescindível que ela faça parte das conversas do dia a dia. Também vale lembrar que, em uma democracia, todos têm direito a expressar sua opinião. Agora, entrando no ambiente corporativo, vale ter em mente algumas considerações (que podem ser compartilhadas com os funcionários de sua empresa).

 

 

Tenha (mas não imponha) sua opinião

A verdade é que essa premissa vale para qualquer ambiente, não apenas o laboral. Ter opinião é muito melhor que não ter. Se houve uma época em que se aconselhava os funcionários a não dizer o que pensavam sobre política, hoje é muito diferente. Uma pessoa sem opinião pode passar a imagem de alienação ou fraqueza. Mas atenção! Nunca tente impor suas ideias aos demais.

 

 

Não faça da empresa uma manifestação

Ok, cada um tem direito a ter e expressar sua opinião. Mas lembre-se que na empresa podem haver muitos pontos de vista diferentes do seu. Evite conflitos desnecessários. Não deixe as discussões se tornarem calorosas a ponto de causarem um mal estar irreparável. Lembre-se que você continuará tendo que lidar diariamente com essas mesmas pessoas. Também vale a pena deixar do lado de fora da empresa artigos que identifiquem sua posição poítica, como camisetas, adesivos e bandeiras, principalmente se incluírem ofensas a outras partes. Tenha em conta ainda que seu ponto de vista pode simplesmente não interessar aos seus colegas de trabalho.

 

 

Pratique a tolerância

As pessoas podem ter opiniões diferentes e até mesmo opostas à sua. Antes de entrar com os dois pés na discussão, avalie o entorno. Em alguns ambientes, a diferença na forma de pensar pode gerar ricos diálogos. Em outros, apenas conflitos. Pratique a tolerância e não deixe os ânimos se exaltarem. Nunca.

 

Veja também:

4 sugestões para o bem-estar dos colaboradores

Atitudes que todo bom líder deve ter

 

Seja sincero

Seu chefe quer saber seu posicionamento? Vá com calma. Se você já sabe a opinião dele e esta for a mesma que a sua, fica fácil, não é? Mas e quando vocês pensam de forma muito diferente? Não responder ou ser evasivo não é nada bom. Mentir também não. Fingir que tem uma posição diferente apenas para agradar só pode complicar as coisas, seja na relação com os colegas que sabem o que você pensa, seja com o próprio chefe, que pode se animar e não parar mais de debater o tema com você. Fale a verdade e pegue leve.

 

 

Redobre a atenção, chefe!

Se você é o líder/chefe/gestor, tenha ainda mais cuidado com sua postura e suas palavras. Nunca pressuponha a posição política de seu subordinado. Um comentário equivocado e ele pode se sentir coagido. Convocar para uma manifestação, mesmo que nas redes sociais, está fora de cogitação. E lembre-se que a posição política de sua equipe só é realmente relevante se for de encontro à posição pública da empresa.

 

 

Lembre-se de onde e com quem está

Você pode estar na copa tomando um café, na porta da empresa ou até mesmo fora dela, em sua hora de almoço. Ainda está com seus companheiros de trabalho? Então, aja como se estivesse no escritório. Prudência e tolerância são palavras-chave para a boa convivência.

Você concorda? Tem alguma dica para compartilhar? Conte pra gente nos comentários.

 

 

Veja mais:

Coaching e Mentoring: qual a diferença?

Sorria: você está no trabalho!

 

 

 

 

 

 

Deixe um comentário


Experimente já!

NOSSA CRENÇA

Acreditamos que o RH pode contribuir estrategicamente para melhorar os resultados da empresa. Mas, para isso acontecer, é preciso eliminar a burocracia (automatizando a gestão da informação) e aumentar os esforços para garantir o encaixe perfeito entre os objetivos da empresa e as pessoas que devem executar o negócio. É aí que se encontra o papel estratégico do RH: identificar e desenvolver talentos, avaliando performance e construindo equipes competitivas e motivadas.

Em nosso blog

contato

Rua Estados Unidos, 242

01427-000 - São Paulo -Brasil

+55 11 3042 9919

contato@meuplanoa.com.br

planoA no LinkedIn

planoA no Facebook